Clara se une e fica milionária com ajuda do sobrinho de Beatriz em "O Outro Lado Do Paraíso"





Clara (Bianca Bin) se unirá a Patrick (Thiago Fragoso), sobrinho de Beatriz (Nathalia Timberg), e ficará milionária com a ajuda do rapaz nos próximos capítulos de O Outro Lado do Paraíso, novela das nove da Globo.

A mocinha irá trabalhar na casa de Fabiana (Fernanda Rodrigues), neta de Beatriz (que internou a avó no hospício), para colocar as mãos em obras valiosas da milionária após orientação dela no tempo em que passaram juntas em cárcere na ilha. Clara, então, aproveitará uma viagem da patroa para pegar as telas no fundo falso do closet.

Em posse dos quadros de Van Gogh, Picasso e Toulouse-Lautrec, a neta de Josafá (Lima Duarte) vai procurar Patrick, o único em quem a senhora confiava. Segundo informações do jornal Extra, inicialmente, o rapaz não acredita em Clara e pensa que ela se trata de uma golpista.
“Minha tia Beatriz morreu num hospício, internada pela neta, minha prima. Sou um advogado importante, especializado em advocacia criminal. No entanto, movi mundos e fundos para libertar minha tia do hospício. Mas minha prima agiu às ocultas. Quando eu soube, tia Beatriz já estava interditada. O dinheiro, nas mãos da Fabiana. Agora vem você usar o nome da minha tia? Não vai conseguir”, dirá o advogado.
Para provar que está dizendo a verdade, Clara afirmará que estava no hospício com Beatriz e que a senhora escreveu cartas para o sobrinho a respeito da dela. Patrick vai ler e acreditará na mocinha. “Se ela amava você como diz nessa carta, farei tudo que puder”, afirmará ele.
Depois de ouvir o relato de Clara sobre onde estavam escondidas as obras valiosas, Patrick cai na gargalhada. “Tirou os quadros debaixo do nariz da minha prima. Ela não merecia castigo melhor. Tia Beatriz escondeu o que havia de mais valioso. E deixou para você”, falará o advogado.
Clara, então, dirá a Patrick que não sabe como vender as telas e ele conta que tem bons contatos em galerias internacionais. “As grandes casas de leilão no exterior têm interesses em adquirir obras tão valiosas. E capital. Se você colocar as obras em leilão, ganhará mais. Mas se vender diretamente a uma dessas grandes casas, receberá o dinheiro mais depressa”, explicará ele.
Clara vai dizer que prefere receber logo o valor da venda dos quadros. O advogado, então, dirá: “Você tem consciência de que cada obra vale, por alto, 50 milhões de dólares? Você terá em mãos, Clara, 150 milhões de dólares.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Consolidados desta segunda-feira (16/07/18) SP

Consolidados desta quinta-feira (02/08/18)

As Aventuras de Poliana: Durval descobre que é tio de poliana